Artistas de rua fazem performances na Av. Paulista neste sábado (26)

Mariana Pasini
Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook Artistas na Rua

    Liliana Romero é uma das artistas de rua que participa da Maratona das Artes neste sábado (26)

    Liliana Romero é uma das artistas de rua que participa da Maratona das Artes neste sábado (26)

A partir das 15h neste sábado (26), a Associação Artistas na Rua promove uma série de apresentações de circo, música, teatro, dança, contação de história e estátua viva, entre outros, na Avenida Paulista, em São Paulo. A Maratona das Artes tem o objetivo de arrecadar recursos para formalização da organização.

Serão entre 70 e 100 apresentações feitas por até 300 indivíduos segundo Celso Reeks, presidente da Associação, entre a Rua da Consolação e a Joaquim Eugênio de Lima. A programação completa pode ser conferida no site www.artistasnarua.com.br ou ainda pelo www.facebook.com/artistasnarua.

O público não será obrigado a pagar nenhuma quantia para ver as apresentações: as doações serão voluntárias. Para Reeks, que também é ator, palhaço e bailarino, ao "passar o chapéu", o artista já sabe que está sujeito a qualquer coisa. "A lógica do artista de rua é que ele vai pra rua levar sua arte gratuitamente, doar seu tempo, e o público faz uma doação espontânea também, caso queira", explica. Cada músico, bailarino e ator ficará com uma parte da quantia arrecadada para si, e outra será doada à organização.

Para Reeks, a relação entre público e artista é de uma "troca de doações", não comercial. "Todo artista de rua sabe que está sujeito ao bom humor das pessoas", brinca.

Segundo James Lima, também idealizador da Associação, o evento tem o apoio institucional da SP Turis, empresa responsável pelos eventos da cidade. "A Maratona é toda feita na rua, então nem precisaríamos pedir autorização. Mas a gente quis fazer o mais certo possível", explica. A exceção fica para atrações relacionadas à contação de histórias, que ocorrem em parques e praças, como o Trianon, e são autorizadas pela Secretaria do Verde e do Meio-Ambiente.

Espalhando o artista pela Paulista, vamos atrair a atenção da população e estimular a ocupação da cidade. Nós acreditamos que a arte de rua tem a função de reocupar a cidade e estimular a população a se apropriar novamente do espaço público.

Celso Reeks, presidente da Associação dos Artistas de Rua

Reocupação
"Espalhando o artista pela Paulista, vamos atrair a atenção da população e estimular a ocupação da cidade", conta o presidente. O ator avalia que São Paulo tem um crescimento cada vez mais pautado na construção de ambientes fechados, de confinamento, o que cria uma falsa sensação de segurança e traz soluções apenas individuais, não para toda a população.

"Coletivamente, a cidade inteira acaba perdendo com isso, os espaços ficam cada vez mais abandonados, o que gera violência. Nós acreditamos que a arte de rua tem a função de reocupar a cidade e estimular a população a se apropriar novamente do espaço público."

Confira alguns destaques da Maratona das Artes

Artista/grupo Descrição Horário e local
Palhaço Meleka O palhaço fotografa os transeuntes com uma máquina de última geração para revelar o presente, passado e futuro dos retratados 15h, por todo o trajeto
Danilo Marques O artista fará caricaturas e ilustrações ao vivo de pessoas e histórias a pedido do público 15h, na esquina da Av. Paulista com a Rua Pamplona, do lado par
Cirandando O grupo fará performances de diversos tipos de ciranda, da ciranda de roda à pernambucana, com gritos de Carnaval e passos frevo, afoxé e samba 15h, no Vão Livre do Masp
Grupo de Ninguém O casal de atores fará uma apresentação usando roupas de dormir e um computador na cabeça para representar a falta de comunicação e outros impactos que a tecnologia causa nas relações 17h, em todo o trajeto
Grupo Bolerinho, formado por Luísa Toller (piano e voz), Marina Beraldo (flauta e voz) e Maria Beraldo Bastos (clarinete, voz e pandeiro). O trio apresenta repertório de compositores como Milton Nascimento, Chico Buarque, Itamar Assumpção e Luiz Tatit. 18h30, em frente ao Sesi-SP

Reeks conta que a associação foi criada no final de 2010, depois de alguns artistas terem detectado episódios de repressão de performances na rua. Segundo ele, há um projeto de lei em análise na Câmara Municipal para proteger os artistas. O ator diz que não tem estatística de quantos artistas foram reprimidos desde a época pois muitos preferem não fazer denúcia.

Entre os trabalhos futuros da associação, estão um trabalho de conscientização de direitos e deveres do artista de rua e aulas de capacitação.

Serviço
Maratona das Artes
Quando: sábado, 26 de janeiro, das 15h às 20h
Onde: Avenida Paulista, entre a Rua da Consolação e Joaquim Eugênio de Lima
Quanto: Gratuito. Contribuições voluntárias
Mais informações: www.artistasnarua.com.br

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos